BLOG DO ILDER COSTA


Após quatro dias em busca de atendimento no sistema de saúde pública de São Bernardo, a gestante Eliete Costa, de 25 anos, deu a luz a Erick Matheus neste sábado (7) no hospital estadual Dirceu Arcoverde em Parnaíba (PI). Mãe e filho quase morreram até conseguir atendimento na unidade hospitalar piauiense. O bebê encontra-se internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), correndo risco de vida.

A via crucis da jovem começou na terça, dia 4, quando começou a sentir dores. Eliete buscou atendimento ambulatorial no hospital Felipe Jorge em São Bernardo. Após análise clínica, o médico da unidade constatou que Eliete não tinha condições de ter parto normal e aconselhou que ela voltasse no dia seguinte para fazer a cesárea. Conforme combinado, Eliete retornou à unidade. Entretanto, lhe informaram que não haviam equipamentos para realização da cirurgia.


Naquele mesmo dia Eliete voltou para casa e ficou até sexta, dia 6, sofrendo com fortes contrações. No sábado foi levada às pressas para hospital em Parnaíba-PI. Segundo os médicos piauienses, se a demora fosse maior, as chances de a mãe e o bebê chegarem sem vida para o parto eram gigantescas.

Por meio de rede social, a irmã da gestante, Elisângela Costa, fez graves acusações à direção do hospital municipal Felipe Jorge. Segundo ela houve negligencia por parte dos profissionais de saúde que realizaram o atendimento. Em entrevista exclusiva ao Blog do Ilder, Elizangela afirmou ainda que "Eliete entrou para sala de cirurgia no hospital em Parnaíba às 9h e saiu às 14h. O bebê, assim que nasceu, foi internado às presas na UTI. No momento ele está respirando por aparelhos. A mãe está fora de perigo e passa bem".


A familia da jovem informa que caso o bebê venha a óbito entrará com uma ação civil pública contra o município de São Bernardo (MA).


BLOG DO ILDER COSTA 📲

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem