Goleiro Bruno deve fechar com time de Rondônia por salário de R$ 6 mil - BLOG DO ILDER COSTA

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Goleiro Bruno deve fechar com time de Rondônia por salário de R$ 6 mil


Bruno foi preso em setembro de 2010 e condenado em 2013 pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio


O goleiro Bruno Fernandes está perto de fechar com o Guajará Esporte Clube, que disputa a primeira divisão do campeonato Rondoniense, informou a Rádio Interativa de Guajará-Mirim.
Em regime semiaberto domiciliar desde 19 de julho do ano passado por ser responsável pelo assassinato de Eliza Samúdio, cujo corpo nunca foi encontrado, o goleiro deverá ter um salário de R$ 6 mil, a ser pago por dois empresários, cujos nomes não foram revelados, para jogar no time rondoniense.
Guajará-Mirim é uma cidade que faz fronteira com a Bolívia, situada a pouco mais de 340km de Porto Velho, capital de Rondônia.
Um dos diretores do Guajará Esporte Clube disse que Bruno pediu um preparador de goleiros e deve estar apto para jogar nos próximos jogos.
Segundo a assessoria do juiz Tarciso Moreira de Souza, da comarca de Varginha, onde Bruno cumpre pena, ainda não houve pedido para liberação de trabalho do jogador. “A praxe para todos os presos do semiaberto é que a pessoa faça a solicitação, juntando comprovações (pré-contrato, proposta de trabalho).
O juiz, então, abre vista ao Ministério Público, que se manifesta a respeito, e depois disso, decide”, afirmou o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), em nota.
runo foi preso em setembro de 2010 e condenado em 2013 pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio. As penas somadas são de 20 anos e 9 meses. Desde a prisão, Bruno fechou com dois clubes, mas protestos de torcedores e por temerem a publicidade negativa, os times recuaram na contratação.


Fonte: Revista painel Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads

RESPONSIVE ADS HERE

Páginas