BLOG DO ILDER COSTA

Nas redes sociais várias pessoas de são Bernardo reclamam da qualidade dos combustíveis vendidos no município, e suspeitam de suposta adulteração.

Os reclamantes dizem que após abastecerem seus carros e motos os veículos apresentam falhas durante o funcionamento, outros dizem também notar que o combustível evapora rapidamente dos tanques de suas motos e carros.

O cidadão bernardense Eleilton Tomaz em tom de indignação disse; "Gostaria de pedir encarecidamente  pois ainda acredito na honestidade do ser humano que os donos dos  postos de gasolinas olhassem se está tendo infiltrações de água em seus reservatórios pois além dos transportes ficarem falhando, vc da  umas voltas e parece que a gasolina não rende. Estou com 4 transportes com o mesmo problema e todos com diagnósticos parecidos".

A jovem Val santos disse; "O minha moto está falhando direto depois que meu esposo colocou gasolina no posto na nova esperança."

O cidadão Emanuel Mourão disse; "Meu carro também apresentou problemas com gasolina batizada"

A Srª Maria Lúcia disse lamentar o fato;
"Isso é verídico!! No meu transporte também evapora rápido, sei q tem algo errado! Mas como sempre, nossa cidade ñ tem fiscalização! É triste a nossa situação!!! Q revejam logo isso!!



Como descobrir se o combustível é adulterado?

Segundo a ANP para que seja provada a adulteração de um combustível é necessário realizar testes específicos que revelam se os produtos estão de acordo com as especificações estabelecidas pela ANP e também se houve adição ilegal de solventes.

Estes testes são de competência exclusiva da ANP e só podem ser realizados em laboratórios especializados. Segundo a ANP, "a gasolina pode ser adulterada de várias maneiras. As mais comuns são a adição de álcool acima da quantidade determinada pelo governo e a mistura irregular de solventes".

A qualquer suspeita de fraude, os consumidores devem denunciar à ANP através da seção Fale com a ANP no site da Agência na internet (www.anp. gov.br) ou na Central de Atendimento 0800 970 0267. A partir da denúncia dos consumidores a ANP direciona as ações e estabelece os roteiros da fiscalização. Para que a denúncia seja registrada é necessário que o consumidor informe o nome, endereço e o CNPJ do estabelecimento, além da descrição do ocorrido.

Se for detectada adulteração ou não-conformidade no combustível comercializado num posto revendedor, a Fiscalização da ANP toma medidas como autuação, lacre da bomba, fechamento do posto e, após a conclusão do processo administrativo, aplicação de multa, conforme a Lei nº 9.847/1999. O valor das multas varia, conforme a irregularidade, entre R$ 20 mil e R$ 5 milhões.

O combustível que não esteja de acordo com as especificações estabelecidas pelas Portarias e Resoluções da ANP pode danificar o motor e outros componentes. Além disso, as adulterações podem elevar o nível da contaminação ambiental por gases e partículas poluentes.




Iremos ouvir os proprietários dos posto de combustíveis.

BLOG DO ILDER COSTA 📲


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem